25 de nov de 2014

MOÇÃO DE APOIO

Considerando os últimos acontecimentos que envolveram a Comissão da CPPD, especialmente no que tange ao seu Presidente, Professor Leonardo Severo, que nos últimos meses tem se desdobrado para dar conta e celeridade aos processos que envolvem a vida funcional da (já tão descapitalizada) classe docente;

            Considerando a medida ditatorial e intempestiva tomada pela Reitoria da Universidade Federal de Rondônia, na pessoa da Magnífica Reitora, que em único ato administrativo, demonstrou não ter sensibilidade para efetivar atitudes das rotinas acadêmicas com racionalidade ao afastar o Presidente da CPPD e exigir à entrega em 24 horas de todos os documentos inerentes as atividades da Comissão;

            Em função da prática instituída de deliberar a partir de atos decididos em gabinete ao invés da prática do diálogo, da transparência e da negociação com os representantes docentes;

            Faço saber que de acordo com deliberação em assembleia, a presidência da ADUNIR, vem tornar público seu descontentamento e de grande parcela de seus associados em uma moção de repúdio contra os atos arbitrários e ditatoriais que retiram dos docentes voz, direito de manifestação e representatividade em distintas instâncias da Universidade e principalmente em relação ao acompanhamento de sua carreira.

            Deste modo, os colegas docentes em assembleia realizada no último dia 04 de novembro de 2014, decidiram combater publicamente este gesto despótico, agressivo e unilateral contra os interesses dos professores. Reiteramos o repúdio veemente de mais um ato arbitrário da Reitora da Universidade Federal de Rondônia/UNIR.

Porto Velho, 25 de novembro de 2014.


Prof. Dr. Luiz Carlos Cavalcanti de Albuquerque

Presidente da ADUNIR

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!