9 de jul de 2014

Carreira Docente

Circular do ANDES-SN sobre a nova carreira docente:

Companheiros,


A Lei 12.772/12, que institui a nova carreira imposta pelo governo aos professores do ensino federal, aponta critérios gerais para o desenvolvimento na carreira, mas delega aos Conselhos Universitários a aprovação de regulamentos com critérios específicos. O problema recorrente em todas as IFE é que os critérios para gerar os regulamentos estão sendo implementados sem discussão democrática com a comunidade acadêmica, baseando-se apenas em critérios produtivistas. Nesse sentido, estamos encaminhando um elenco de tópicos importantes na luta pela carreira, que são defendidos pelo ANDES-SN e ressaltamos a necessidade das seções sindicais insistirem no debate interno, cobrando ampla discussão democrática dos critérios e levando em consideração na política sobre o desenvolvimento na carreira docente, a igualdade de condições, respeitando as especificidades das diferentes áreas do conhecimento, garantindo assim a qualidade no ensino sem precarização das condições de trabalho.

Nesse debate, além do texto anexo, as seções sindicais devem tomar como referência o projeto de carreira do ANDES-SN e o Dossiê Nacional 3- Precarização das condições de trabalho nas IFE II que podem ser acessados na página do Sindicato http://portal.andes.org.br/imprensa/documentos/imp-doc-538744690.pdf. que trata da relação da carreira com a precarização do trabalho docente

Sem mais para o momento, renovamos nossas cordiais saudações sindicais e universitárias.



Profª Marinalva Silva Oliveira
Presidente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!